Simpósio Danfoss

  • Entrevista com Mario Barbosa, gerente de vendas Marine Solutions da Wärtsilä Brasil

    - Quais são as tendências tecnológicas para propulsão a gás natural?

    Existe interesse do mercado local em embarcações a gás, no entanto ainda esbarramos no gargalo logístico, ou seja, o fornecimento do combustível para as embarcações ainda é uma dificuldade. A tendência - e assim esperamos que se comprove - é que grandes projetos de usinas termelétricas movidas a gás natural motivem um novo arranjo logístico no qual o gás em sua forma liquefeita (GNL) seja distribuído em alguns pontos da costa brasileira. Assim seria possível usar parte do volume de GNL em novos terminais para abastecer embarcações movidas a gás natural. Em termos tecnológicos, a tendência é ver mais projetos de embarcações sendo desenvolvidos aqui no Brasil utilizando este combustível, uma vez equacionado o problema logístico atual.

    - Quais são os diferenciais dessas tecnologias se comparadas com as convencionais?

    Existe um apelo crescente no mundo com relação ao controle de emissões de gases nocivos ao meio ambiente, zonas de navegação nas quais existem restrição à queima de determinados tipos de combustíveis, assim o gás surge então como alternativa. O diferencial desse combustível é trazer uma alternativa economicamente viável e ambientalmente sustentável em diversos mercados, agregados à eficiência nos motores e novas tecnologias empregadas.

    - Como essa tecnologia reduz as emissões?

    O gás é um combustível em cuja composição há o menor número de carbonos por molécula. Isto por si só já proporciona uma redução nos níveis de emissão de CO2 na atmosfera. Além disso, nossos motores Dual Fuel (que podem utilizar o gás como combustível) - quando utilizando este tipo de combustível - emitem 85% menos NOx e 99% menos SOx.

    - O segmento enfrenta quais desafios quanto as tecnologias?

    Os desafios tecnológicos são mais inerentes às questões voltadas à logística do gás, os motores e seus componentes já têm tecnologia comprovada, no entanto a autonomia das embarcações e como abastecê-las é ainda o desafio a ser vencido.

    Outras informações que considere pertinentes.
    O Brasil precisa se inserir no cenário global do uso do gás natural como combustível. Temos inúmeras reservas (embora em locais de difícil monetização) e deveria existir uma política maior de incentivo à exploração e produção do gás.

Socialize Participe

Quer socializar conosco?

Venha nos conhecer e conversar conosco