Cidade pequena tem grande impacto em proteção climática

A pequena cidade de Großbardorf, na Alemanha, gera energia elétrica a partir de painéis solares fotovoltaicos (PV), bem como a partir de uma estação de cogeração, vendendo a energia excedente. Graças à tecnologia Danfoss, o calor excedente da usina de geração pode ser utilizado para aquecimento interno e de água.

— quinta-feira, 16 de abril de 2015 Por Danfoss

A cidade de Großbardorf na Baixa Francônia mostra como comunidades pequenas podem fazer grandes conquistas. A pequena cidade de 950 habitantes possui sua própria unidade de biogás, operada por fazendeiros que vivem na região. A energia elétrica é gerada por uma usina de geração combinada de calor e energia (CHP). Juntamente com a energia elétrica de um grande sistema fotovoltaico, a cidade gera quatro vezes a energia que consome, conseguindo vender o excedente.

O calor excedente da produção combinada de calor e energia, gerado pela usina de cogeração movida a gás natural, é armazenado em uma rede de aquecimento local com 6 km de comprimento, cuidando do aquecimento da escola, prefeitura, jardim de infância, igreja e de mais 110 casas particulares de forma ecologicamente sustentável. A tecnologia Danfoss é usada para levar a energia térmica da rede de aquecimento até o usuário final. Ao todo, 150 subestações Danfoss estão conectadas entre si e garantem uma distribuição de calor otimizada e eficiente - com economia de energia de até 15%. 

Assim, a Danfoss permite uma maior eficiência energética, resultando em emissões reduzidas de CO2 - e os clientes podem usufruir de um ambiente residencial mais confortável e com custos mais baixos.

 

Socialize Participe

Quer socializar conosco?

Venha nos conhecer e conversar conosco